quarta-feira, janeiro 01, 2014

Decisões

Afinal, o que é uma escolha?


Toda decisão implica em perda. Não há bifurcação no caminho que não te leve a escolher alguma coisa em detrimento de outra. Perda é sofrimento. Quando temos que decidir entre várias opções, o sofrimento vem porque não sabemos ao certo se a escolha que fizemos foi a melhor diante de tantas oportunidades. Questiona-se então a qualidade do que escolhemos, e do que deixamos para trás.


O meu caminho, eu que faço...


Quando a escolha é entre A ou B, é mais fácil ter consciência do que estamos deixando para trás. Abrir mão também é uma escolha. Às vezes, é preciso zerar a vida, rebootar a máquina, começar de novo. Só você e os seus caquinhos.


É importante confiar em mim...

Virada de ano é tempo de reflexão, de olhar para o ano que passou e ver no que se pôde aprender, e o que ainda requer estudo, aprofundamento. Eu já sei o que eu não quero para mim: dor, sofrimento, convívio com o que me tira energia. Mas, ainda não sei bem o que eu quero. Essa dúvida machuca, e é por isso que eu tomei uma resolução.

Criei o Caderno das Coisas Boas: todos os dias, eu escrevo no caderno uma coisa boa que tenha me acontecido, ou que eu tenha me proporcionado. Está sendo muito bom!

Quero ter a alegria de, ao final deste ano, abrir o meu Caderno das Coisas Boas e ver que a vida é mesmo uma coleção de boas e pequenas alegrias! E que essa história de felicidade plena é coisa da sua cabeça. Você pode transformar seus medos em Moinhos de Vento e sofrer com eles, ou deixar a vida leve. A decisão é sua!

Pense nisso!

Um comentário:

Pedra do Sertão disse...

Olá, Rebecca,

Já..já indo conhecer seu novo espaço...e desejando um Feliz 2014...
paz, saúde e alegrias, sempre!

Abraço do Pedra do Sertão

Para não se esquecer: www.pedradosertao.blogspot.com.br